Locação de Brinquedos Ecológicos – Modulares

Brinquedos de parquinho – não precisam ser presos, instalação rápida e segura.

1 até 5 dias de utilização

Orçamento por email: colocando os detalhes, localidade, dia, tamanho de espaço físico, piso, topografia e sombras

traco_pneu

Parquinho de pneus

traco_pneu Centopeia de Pneus

pneusdrenados_diâmetro_40cm_6_calotas

traco_pneu Brinquedos de Parquinho

ecodesign

traco_pneuPula Pula

ecodesign arte em pneus

traco_pneu Brinquedos de Pneu

circuito de habilidades

traco_pneuParquinho de Pneus

criança brincando

traco_pneu Play ground de pneus

brinquedos de pneu

traco_pneu Gangorra de Pneu

arte em pneus

traco_pneu Elefantinho de Pneu

elefantinho de pneu

traco_pneu Dragão de Pneu

economia criativa

traco_pneu Dragão Pneus

Ecodesigner Daniel Beato

traco_pneu Parque Infantil

traco_pneu Brinquedos Sustentáveis

reciclagem de pneus

traco_pneu Parquinho de pneu

passarela de pneu

traco_pneu Brincadeiras saudáveis

passarela

traco_pneu Passarela de equilíbrio

argola de pneus

traco_pneu Jogo de argola

argola pneu

traco_pneu Amarelinha

amarelinha de pneu

traco_pneu Elefantinho de Pneus

elefantinho de pneu

traco_pneu Estrutura de escalada para bebês e crianças até 5 anos.

elefantinho

traco_pneu Circuito de Pneus

circuito de pneus

traco_pneu Circuito de habilidades

filieira de pneus

traco_pneu Pula-Pula

pula pula

traco_pneu Pula Pula de Pneu

Brincadeiras saudáveis

Vale a pena investir um tempo no incentivo às práticas saudáveis para os pequenos. De forma simples e divertida, algumas brincadeiras – até poucos usuais nos dias de hoje – podem ajudar no desenvolvimento de toda criança. Pensando nisso, o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da clínica MBA Pediatria (São Paulo), resgatou algumas delas para fazer um alerta sobre a importância de algumas brincadeiras que propiciam queima de calorias, desenvolvimento motor e cognitivo e, claro, uma boa dose de saúde.

“Na minha geração (talvez a sua também), a verdadeira essência da infância estava nas brincadeiras de rua, ou no quintal de casa. A diversão era juntar os amigos, sem perceber a hora passar. Brincar de pular amarelinha, pular corda, a dança das cadeiras, queimada, entre outras, foram responsáveis por boas risadas”, relembra o pediatra. “E o melhor: não era preciso dinheiro para ter essas e outras atividades a toda hora e à disposição de qualquer um”, completa Renan, que tem mais de 30 anos de atuação em pediatria, é membro da Sociedade Brasileira de Pediatria e tem especialização na especialidade pela UCLA (University of California, Los Angeles, EUA).

Autor do livro “Seu bebê em perguntas e respostas – Do nascimento aos 12 meses”, Sylvio Renan explica que eram brincadeiras baratas para o bolso dos pais e, ao mesmo tempo, simples e capazes de trazer muitos benefícios para a saúde, o crescimento e o desenvolvimento das crianças que as praticavam. Por isso, ele questiona: por que não resgatar essas brincadeiras e inseri-las entre as crianças de hoje?

Não é novidade que os pequenos da nova geração se interessam mais por brinquedos modernos e tecnológicos. Eles estão cada vez mais conectados aos videogames, smartphones, computadores e similares. Apesar disso, o médico ressalta que os pais não devem proibir seus filhos a usarem aparelhos eletrônicos, mas que, como sugestão, incentivem o uso de videogames com sensores de movimento, que fazem com que o jogador se movimente para cumprir as tarefas da brincadeira, em vez de apenas apertar os botões dos controles.

Entretanto, Renan reforça que os benefícios das brincadeiras da “velha infância” devem e podem ser revividos no dia a dia das crianças do século XXI. “Pular amarelinha, pular corda, jogos de queimada, futebol, handebol e dança da cadeira, são alguns exemplos de brincadeiras de intensa atividade física, que contribuem na queima de calorias e para a saúde e desenvolvimento dos pequenos”.

Em família

Através dessas brincadeiras, a criança é estimulada a desenvolver o equilíbrio, a coordenação neuromotora e rítmica, o raciocínio lógico e ainda a sociabilidade e a competitividade saudável.

Para que isso se torne realidade, nada melhor que o incentivo e o exemplo para fazê-las praticar essas atividades. Uma dica é reunir a família para brincar.

“Além de estimular seu filho, esta será uma oportunidade para dividir boas risadas e curtir bons momentos, e ainda uma maneira de fortalecer os laços familiares. E tudo isso são coisas extremamente saudáveis, para os pais e para as crianças”, aconselha Sylvio Renan, que mantém o Blog do Pedriatra. Confira no endereço:

http://blogdopediatra.blog.uol.com.br/arch2013-10-01_2013-10-31.html

Texto: Londrix Comunicação (com informações da Assessoria de Imprensa)

Contatos com a redação do Planeta Sercomtel podem ser feitos pelo telefone (43) 3323-0280 ou pelo e-mail: planeta1@sercomtel.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *